sexta-feira, 22 de março de 2019

My head is a mess


Me desculpem por ter sumido do blog nesses três meses, o grande culpado foi o meu notebook kkk. No inicio do ano ele resolveu pifar por duas vezes seguidas, para arrumar tive que formatar e perdi todos os meus arquivos. Por consequência disso perdi vários posts que iria postar por aqui. Fiquei bem triste quando isso aconteceu, é bem frustrante recomeçar quando já tinha um bom numero de posts completos.  Mas, prometo que final de semana já libero um post com freebies para compensar minha ausência  (era para ter sido liberado no aniversário do blog, mas não rolou por motivos já citados kkk).

Para esse post não ficar muito chato e cheio de desculpas,  resolvi criar uma playlist no spotify com alguns sons que estou viciada no momento. Na verdade ando escutando muito a Billie Eilish nesse ultimo mês, nem sei como não enjoei ainda. Acho que nesse mês ela vai lançar um álbum novo e estou bem ansiosa para escutar, no momento a minha musica favorita dela é When the party's over e Six Feet Under.


Além dela, descobri algumas musicas bem legais no spotify. Meu favorito foi um garoto chamado Ruel. É bem legalzinha as musicas dele, não é o tipo de musica que normalmente escuto, mas quando pinto ou edito fotos costumo escutar musicas diferentes que normalmente não escutaria. Mas, o que me chamou a atenção nesse garoto foi a qualidade da voz dele. Quando fui pesquisar sobre ele (imaginava um cara de 28 pra cima para ser sincera), descobri que ele é um dia mais novo que meu irmão caçula e fiquei me sentindo super velha hahaha 


Um fato bem aleatório que eu ando percebendo vendo esses cantores ou olhando fotos pelo pinterest é que hoje em dia os meninos estão querendo ficar a cópia do Leonardo Dicaprio quando jovem. Eu sei que isso não tem nenhuma relação com a playlist, mas eu só queria compartilhar algo que ando percebendo entre os cantores mais jovens e os modelos gringos hahahah



E é isso pessoal, espero que vocês estejam bem, já estava ficando com muita saudade do blog. Vou tentar aparecer por aqui mais vezes. Amanhã ou Domingo prometo postar os Freebies aqui no blog, hoje estou finalizando as edições no PS (que é a parte mais chata).

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Metas para 2019


Nunca fui uma pessoa muito organizada e por isso raramente defino metas para o ano. Foram poucas as vezes que fiz uma lista de metas, pois no final sempre ficava decepcionada por não ter cumprido todos os itens nela. Na verdade o único ano que consegui cumprir todas as metas, foi quando fiz esse blog - inclusive o primeiro post do blog foi sobre isso

Espero que com esse post, consiga tomar vergonha na cara para enfim concluir algumas coisas que faz séculos que tento fazer, mas sempre deixo para depois.


• Viajar

Eu amo viajar, mesmo que seja pra uma cidade ao lado. Acho incrível só o fato de conhecer um lugar novo ou até ter uma nova visão de algum lugar que já conhecia. Desde pequena o meu sonho era conhecer outro país, meus pais nunca gostaram de viajar, então esse sonho só poderia ser atingido depois de adulta. Talvez esse ano vou conseguir riscar esse item da minha lista, só não vou falar muito sobre isso, pois se tiver que adiar para mais tarde não quero ficar decepcionada.

Essa foto acima foi ano passado quando inventei de turistar pela minha cidade em lugares que faziam anos em que não ia. Chega a ser engraçado ver os turistas nesses pontos em que já nem notava mais de tão acostumada. Ao mesmo tempo é legal a sensação de ver tudo aquilo com os outros olhos...


• Produzir conteúdo para o blog

Algo que é bem desafiante para mim (a rainha da procrastinação) é continuar postando por aqui. Criatividade não falta, mas é muito difícil concluir os posts. Sempre aparece algo para fazer e acabo deixando o blog de lado. Ano passado queria ter postado mais, mas não consegui. Esse ano resolvi ser mais organizada e montei um planner para me ajudar com os posts. Espero que dê certo, pois planejo fazer um BEDA em Agosto e já estou bem ansiosa imaginando se vou conseguir dar conta.


• Reservar algum tempo para respirar

Por mais que eu não seja tão viciada assim nas redes sociais e afins, é bem difícil sair de casa sem o celular ou qualquer eletrônico para manter meu tédio longe. Mesmo quando vou para um lugar mais isolado para respirar e apenas curtir, não consigo desgrudar da minha câmera - e quando esqueço ela em casa fico frustrada. As vezes sinto que vivo mais através das lente da câmera do que pelos meus olhos (se isso faz qualquer sentido pra você). Então esse ano vou TENTAR deixar minha câmera de lado algumas vezes ...


• Fotografar mais e encontrar um novo hobby

E temos uma contradição nessa lista? Por mais que eu leve minha câmera pra cima e pra baixo, não é sempre que consigo fotografar sem um objetivo em mente. Quero voltar a fotografar mais e criar alguns projetos para me ajudar a sair da zona de conforto.

E sobre encontrar um novo hobby eu duvido que vou conseguir. Então esse ano quero comprar um ukulele e ver se consigo ser musicalmente um pouquinho competente. Eu nunca consegui aprender qualquer instrumento e não foi por falta de tentativas. O engraçado é que todos os meus irmãos sabem tocar algum instrumento e só eu sou a sem talento na área musical, quero ver se nesse ano consigo tocar algo mais "fácil".

E essas são algumas das minhas metas para o ano, espero que o post não tenha ficado um tanto longo. Se você conseguiu chegar até aqui (parabéns) eu gostaria de saber quais suas metas para o ano e se também faz parte do clubinho dos procrastinadores hahaha

domingo, 6 de janeiro de 2019

6 on 6: Accidentally Wes Anderson

Esse é o primeiro 6 on 6 do ano e fiquei bem empolgada com o tema que escolhi, mas confesso que me deu uma dorzinha de cabeça na hora em que fui colocar na prática. Para fazer essas fotos, retirei a inspiração de um diretor que é o meu favorito e quase dei um ctrl+c e ctrl+v quando estava tentando recriar o estilo do Wes Anderson. O meu maior defeito na hora de criar é o perfeccionismo e procrastinação e isso me atrapalhou bastante na hora em que fui escolher um filme e como poderia fazer as fotos - nada se encaixava na minha cabeça. Por conta disso, a solução foi pegar algumas referencias de alguns filmes e adaptar no meu próprio estilo de fotografar.    Meu primeiro contato com o Wes Anderson foi quando ganhei uma fita VHS do filme The Royal Tenenbaums. Assisti tantas vezes esse filme, que um dia a minha mãe o escondeu já que ela não conseguia mais assistir a televisão comigo incomodando. Naquela época eu estava tão viciada - criança é assim - que usava uma camiseta Lacoste igual a da Margot 😂    Anos depois disso, procurei outros filmes do Wes para assistir e fiquei fascinada pelos filmes, já que a identidade dele é tão forte e fácil de se reconhecer em qualquer trabalho dele. Como nessa mesma época tinha começado a me dedicar mais a fotografia, tentei usar alguns filmes como referencia. E no 6 on 6 de hoje, tentei trazer um pouco das características dele para as minhas fotos. 6 on 6 accidentally wes anderson - blog mad souls

Esse é o primeiro 6 on 6 do ano e fiquei bem empolgada com o tema que escolhi, mas confesso que me deu uma dorzinha de cabeça na hora em que fui colocar na prática. Para fazer essas fotos, retirei a inspiração de um diretor que é o meu favorito e quase dei um ctrl+c e ctrl+v quando estava tentando recriar o estilo do Wes Anderson. O meu maior defeito na hora de criar é o perfeccionismo e procrastinação e isso me atrapalhou bastante na hora em que fui escolher um filme e como poderia fazer as fotos - nada se encaixava na minha cabeça. Por conta disso, a solução foi pegar algumas referencias de alguns filmes e adaptar no meu próprio estilo de fotografar.

Meu primeiro contato com o Wes Anderson foi quando ganhei uma fita VHS do filme The Royal Tenenbaums. Assisti tantas vezes esse filme, que um dia a minha mãe o escondeu já que ela não conseguia mais assistir a televisão comigo incomodando. Naquela época eu estava tão viciada - criança é assim - que usava uma camiseta Lacoste igual a da Margot 😂

Anos depois disso, procurei outros filmes do Wes para assistir e fiquei fascinada pelos filmes, já que a identidade dele é tão forte e fácil de se reconhecer em qualquer trabalho dele. Como nessa mesma época tinha começado a me dedicar mais a fotografia, tentei usar alguns filmes como referencia. E no 6 on 6 de hoje, tentei trazer um pouco das características dele para as minhas fotos.

 Quando estava pensando onde iria fazer as fotos, pensei em ir na CCMQ para fotografar. Como lá era um antigo hotel, achei que iria trazer uma vibe meio Hotel Budapest, mas infelizmente a vergonha não me permitiu seguir com a ideia hahahah No final decidi ir em um centrinho de lojinhas que tem no meu bairro, ele é todo amarelo e laranja como podem ver na foto. Ele facilmente poderia ser um dos cenários de algum filme do Wes.     A parte mais difícil nesse tema foi a edição. Alguns filmes do Wes Anderson tem tons pastel que são mais próximos da minha edição, mas eu insisti na paleta de cores mais saturada dele. Foi bem difícil se aproximar do tom saturado que ele usa sem estragar o meu cabelo ou pele - em alguns filmes ele costuma deixar a pele mais amarelada. Chegou uma hora da edição em que fiquei cega de tanto ver amarelo, vermelho e laranja. No final misturei duas cenas como referencia para a edição, foi esse frame e esse aqui. 6 on 6 Accidentally Wes Anderson - blog mad souls

Quando estava pensando onde iria fazer as fotos, pensei em ir na CCMQ para fotografar. Como lá era um antigo hotel, achei que iria trazer uma vibe meio Hotel Budapest, mas infelizmente a vergonha não me permitiu seguir com a ideia hahahah No final decidi ir em um centrinho de lojinhas que tem no meu bairro, ele é todo amarelo e laranja como podem ver na foto. Ele facilmente poderia ser um dos cenários de algum filme do Wes.

A parte mais difícil nesse tema foi a edição. Alguns filmes do Wes Anderson tem tons pastel que são mais próximos da minha edição, mas eu insisti na paleta de cores mais saturada dele. Foi bem difícil se aproximar do tom saturado que ele usa sem estragar o meu cabelo ou pele - em alguns filmes ele costuma deixar a pele mais amarelada. Chegou uma hora da edição em que fiquei cega de tanto ver amarelo, vermelho e laranja. No final misturei duas cenas como referencia para a edição, foi esse frame e esse aqui.

Algo que ele costuma usar muito em seus filmes é o flat lay, o que não é muito comum no cinema. Mas, o legal é que esses flat lays ajudam a espelhar um pouco da personalidade do personagem em forma de objetos. Provavelmente não consegui explicar muito bem ahaha    Então tentei pensar que objetos poderia usar se eu fosse um dos personagens de algum filme do Wes. Nessa foto coloquei algumas câmeras analógicas, a minha maquina de escrever antiga, a blusa e a bota do "ensaio". Falando em roupa, eu não costumo usar roupas vibrantes no verão, então não quase desisti desse tema, aí dei uma passada no shopping e encontrei essa blusa. Mesmo que ela fosse de manga curta, passei um calor danado com ela. 6 on 6 Accidentally Wes Anderson - blog mad souls

Algo que ele costuma usar muito em seus filmes é o flat lay, o que não é muito comum no cinema. Mas, o legal é que esses flat lays ajudam a espelhar um pouco da personalidade do personagem em forma de objetos. Provavelmente não consegui explicar muito bem ahaha

Então tentei pensar que objetos poderia usar se eu fosse um dos personagens de algum filme do Wes. Nessa foto coloquei algumas câmeras analógicas, a minha maquina de escrever antiga, a blusa e a bota do "ensaio". Falando em roupa, eu não costumo usar roupas vibrantes no verão, então não quase desisti desse tema, aí dei uma passada no shopping e encontrei essa blusa. Mesmo que ela fosse de manga curta, passei um calor danado com ela.

Em 99% dos filmes o Wes Anderson tem uma obsessão por simetria e personagens excêntricos sem expressão. Eu sou péssima no quesito simetria, tentei ao máximo trazer um pouco das características do Wes Anderson sem perder minha personalidade nas fotos. Não se assustem com a minha cara estranha hahah 6 on 6 Accidentally Wes Anderson - blog Mad souls

Em 99% dos filmes o Wes Anderson tem uma obsessão por simetria e personagens excêntricos sem expressão. Eu sou péssima no quesito simetria, tentei ao máximo trazer um pouco das características do Wes Anderson sem perder minha personalidade nas fotos. Não se assustem com a minha cara estranha hahah

6 on 6 accidentally wes anderson - blog mad souls

Nessa ultima foto eu editei as bordas para ficar parecido com viewfinder do binóculo da Suzy Bishop no filme Moonlight Kingdom, se você não assistiu ele e não está entendendo nada é só clicar aqui para ver o gif da cena que usei como referencia.    E é isso pessoal, espero que tenham gostado das fotos. E se você ainda não viu nenhum dos filme do Wes Anderson é só ir na Netflix que tem por lá o The Life Aquatic with Steve Zissou, nesse filme o Seu Jorge faz parte do elenco <3    Ainda quero fazer um post especial indicando filmes do Wes Anderson, isso se gostarem da ideia :) 6 on 6 Accidentally Wes Anderson - Blog mad souls

Nessa ultima foto eu editei as bordas para ficar parecido com viewfinder do binóculo da Suzy Bishop no filme Moonlight Kingdom, se você não assistiu ele e não está entendendo nada é só clicar aqui para ver o gif da cena que usei como referencia.

E é isso pessoal, espero que tenham gostado das fotos. E se você ainda não viu nenhum dos filme do Wes Anderson é só ir na Netflix que tem por lá o The Life Aquatic with Steve Zissou, nesse filme o Seu Jorge faz parte do elenco <3

Ainda quero fazer um post especial indicando filmes do Wes Anderson, isso se gostarem da ideia :)

Clique nesses links para conferir outros blogs que estão participando do 6 on 6
Mad Souls © 2017 - . Por Karina Fagundes.